Notícias

Laminador 1 passa por upgrade de componentes elétricos

A pedra fundamental do sucesso da Alubar Metais e Cabos. Assim é considerado, por muitos em Barcarena (PA), o Laminador 1, primeiro equipamento instalado na empresa lá no ano de 1998. Com praticamente 20 anos ininterruptos na cabeceira de todo o processo produtivo da fábrica, foi a partir dele que a Alubar cresceu e se tornou, atualmente, líder na América Latina na fabricação de cabos elétricos de alumínio. E agora, até mesmo como uma forma de agradecimento, o Laminador 1 passará por um upgrade em seus painéis elétricos de automação. Uma modernização bem-vinda para um veterano do setor elétrico nacional.

No dia 31 de outubro o Laminador 1 foi desativado, temporariamente, pela primeira vez. Isso se desconsiderarmos as pequenas pausas necessárias para manutenções preventivas e atualizações que ocorreram anteriormente. “Este upgrade vai fazer com que o equipamento fique operacional por pelo menos mais 15 anos, onde garantiremos um futuro próspero ao negócio da Alubar. É de fato a primeira grande atualização elétrica que fazemos nele”, revela Ulysses Rodrigues, Gerente de Produções Metais da Alubar. “Este upgrade é necessário, pois já não é possível encontrar facilmente peças de reposição para a manutenção dele”, explica Ulysses.

A troca dos componentes eletrônicos do Laminador 1, como cabos e painéis, tem previsão para estar completa na véspera de Natal. Um planejamento que, na verdade, começou em novembro de 2016. “De junho para julho, deste ano de 2017, nós iniciamos a preparação para que os novos painéis fossem instalados. Isso com o equipamento sem parar, ou seja, produzindo”, conta Andrea Bernardotto, Gerente de Montagens Industriais e Infraestrutura.

Segundo Andrea, foi preciso um planejamento detalhado para que a nova estrutura elétrica fosse implantada de forma a receber os novos componentes. “Os novos painéis chegaram e já estão na posição em que irão ficar. O momento agora é de realizar as conexões. Por isso, o planejamento foi essencial para que neste momento o trabalho seja mais rápido de ser executado”, explica.

Um pouco de história

Projetado para produzir 4,5 toneladas por hora de vergalhão de alumínio, o Laminador 1 conseguiu superar o recorde e atingiu a marca de 4,9 toneladas/hora. Resultado, na verdade, de atualizações, esforço e conhecimento adquirido pelos colaboradores que atuam na área.

Alguns destes colaboradores atuam desde 1998 na área da Metais, quando a produção era de apenas 6.800 toneladas/ano. É o caso do líder de Produção, Antônio Furtado, o Tonhão (foto). “Lembro que no início, devido à nossa falta de experiência, ficamos 6 meses produzindo material não conforme. Ainda não conhecíamos bem o equipamento e foi uma etapa de ajustes. Mas os frutos daquela época estão sendo colhidos hoje”, lembra Tonhão, que aos 49 anos de idade faz questão de mostrar seu orgulho de trabalhar na Alubar.

“Eu vi a empresa crescer. Todos nós crescemos com ela, na verdade. Tenho muita alegria em ver onde estamos e espero ter saúde para ver ainda onde vamos chegar”, diz o Líder, que neste período viu o Laminador 1 atingir o seu auge em 2013, quando foram produzidas 35.600 toneladas/ano de vergalhão de alumínio.

O “talismã da Alubar”, nas palavras do Gerente de Manutenção, Marco Bernardotto, até esta parada foi responsável por 472 mil toneladas de material produzido na fábrica. Entre eles a liga de alumínio 1120, que atualmente é muito procurada no mercado de transmissão e distribuição de energia elétrica no Brasil. “Eu cheguei aqui em Barcarena para instalar o Laminador 1, ainda como terceirizado. Vi esse equipamento iniciar e hoje ver que ele passará por um upgrade para continuar ativo por mais 15 anos tem um significado muito especial”, comenta Marco.


Outras Notícias